Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Bancada evangélica?


(Mateus 6:24) - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

Com o perdão do trocadilho, mas garotinho já gosta de uma molecagem.
Ontem, 31 de maio de 2011, foi um dia para ficar na história. O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), convocou alguns de seus colegas que apóiam a PEC 300, uma proposta de emenda constitucional que aprova um piso salarial descente para os militares como bombeiros e polícia militar.
O fato curioso não é o fato de políticos quererem defender uma classe de trabalhadores do povo e exigir para eles, e não só para os políticos, melhores salários. O fato curioso está na forma em que “molequinho”, quero dizer, garotinho, quer aprovar a emenda. Está claro que os assuntos polêmicos e atuais pelos que passa nossa política servem para chamar atenção do povo para aqueles que se envolvem nesses assuntos como defensores da causa, assim como Garotinho quer ser o pai da PEC 300, e com isso garantir votos futuros e continuar, a viver sua vida as custas do dinheiro público não importando os meios para se manter no poder, pois os fins os justificam, na sua pobre e podre mente.
Ele disse: “O momento político é esse. Hoje, para o governo, a pedra preciosa, um diamante que custa R$ 20 milhões, se chama Antonio Palocci. Vamos trocar a convocação pela PEC 300 e ver qual é o deputado federal que realmente defende o movimento da PEC”, discursou Garotinho.”. Ele ainda lembrou da mesma estratégia da bancada EVANGÉLICA que fez com que o governo recusasse a distribuição do kit anti – homofobia. Ele lembrou com orgulho: “A bancada evangélica pressionou, e o governo retirou o kit gay. Vamos ver agora quem é da bancada da polícia. Ou vota a PEC no plenário da Casa ou aprovamos a convocação do Palocci.”. Com isso Garotinho provou que a nossa política sempre foi e sempre será de trocas, seja por produtos podres ou não.
        É isso mesmo ao mais velho estilo soltem Barrabás, Garotinho, assim como os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiam a multidão, ele também fez.
      Engraçado no meu tempo era ensinado nas escolas dominicais e nos cultos que nós não devíamos nos compactuar com o crime ou com o pecado. Hoje, os que se dizem da bancada evangélica, que com certeza vão a igreja, acredito não terem aprendido essa parte dos ensinamentos Cristãos, ou estavam ocupados demais pedindo votos de quem também não lêem a Bíblia.
     Não convocar o Palocci para depor e usar isso como moeda de troca, é saber que existe um possível criminoso, que parece estar a serviço da tal manada, quero dizer, mancada, quero dizer, bancada evangélica, que se compactua com os crimes desse, pois não o chamam para interrogá – lo.
       Não convocar Palocci é servir a dois deuses ao mesmo tempo, não convocar Palocci é toda vez, pecar, e ser conivente com o pecado, se entregando a morte, pois o pecado cria a morte eterna para o homem.
      Não quero, como evangélico, ser representado por essa bancada podre conivente com o pecado, não quero ser representado pela morte. Leia a reportagem na íntegra: http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/05/garotinho-propoe-trocar-convocacao-de-palocci-por-piso-nacional-para-pms.html

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

3 comentários:

  1. Com certeza é muito dificil de entender o mundo deles um dia estão pensando de um jeito outro dia de outro jeito e assim vai e nós só vamos seguindo o embalo. muito bom o seu conteudo ja estou seguindo Deus abençoe fique na paz
    http://blogandodemadrugada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo,
    Garotinho deveria ser banido da política brasileira, em especial do Rio de Janeiro.
    É mentiroso, brinca com a fé do povo, vive de maracutaias, e ainda se arvora de íntegro e de moral ilibada.
    Um abraço.
    Ah! A minha opinião não tem nada a ver com religião.

    ResponderExcluir
  3. Olá Beth! sua opinião aqui pode ser sobre qualquer coisa. Bom para mim é mais triste pois minha opinião é religiosa e política, ou seja, um falso servo de Deus vivendo uma política suja. Sei que não posso julgar ninguém, mas Deus diz que temos que analisar se as árvores dão frutos bons para serem boas. Paz.

    ResponderExcluir