Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Boca fechada não entra mosquito




(I Pedro 3:10) - Porque Quem quer amar a vida, E ver os dias bons, Refreie a sua língua do mal, E os seus lábios não falem engano.

Se tem algo que detesto com todas as minhas forças é a mentira. Bom a começar por ela ser filho de quem ela é, a Bíblia diz que o diabo é o pai da mentira.
Igualmente ruim e muito mal é o mau uso do falar. O mau uso do falar é proferir comentários que não edificam: pessimismo, fofocas. Ah! Fofocas todo ser humano gosta, ele pode evitar para servir a Deus, mas, todo ser humano gosta, e eu digo isso porque a Bíblia também diz isso; “os mexericos são apetitosos, como nós gostamos deles.”, é está escrito assim mesmo dessa forma, que a fofoca e gostosa e nós gostamos dela.
Da nossa boca pode sair benção e maldição. Um dos maiores meios de se plantar o nosso futuro é através do que sai da nossa boca, se falarmos palavra de maldição seremos amaldiçoados e se falarmos palavras de bênçãos seremos abençoados.
A Palavra de Deus nos alerta a isso, que se queremos amar a vida, não essa medíocre que vivemos nesse mundo sem Deus, mas amar uma vida com Deus e ver os dias bons, nós temos que refrear a nossa língua do mal e não falarmos mentira.
Comece hoje. Se você tem problemas e gosta de falar muito, como eu, faça um exercício de pensar duas vezes antes de falar, principalmente coisas que não edificam ou mentira.
Fique atento, pois os olhos do Senhor estão por toda parte.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

terça-feira, 28 de junho de 2011

Quer ser promovido?


(Josué 1:1-2) - E SUCEDEU depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:
Moisés, meu servo, é morto; levanta-te pois agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, para a terra que eu dou aos filhos de Israel.

Um dia, há muito tempo atrás, Deus usou um homem chamado Moisés para liderar Seu povo a caminhar até chegar à terra prometida. Deus fez proezas na vida desse homem e através da vida dele, no entanto ele foi substituído, ele não entrou na terra prometida.
Moisés tem um currículo impressionante, se assim podemos dizer. Ele viu Deus pelas costas quando Deus se mostrou para ele e o mandou se esconder na fenda de uma pedra, pois ninguém poderia ou pode ver como homem a Glória de Deus e não ser consumido. Moisés viu serem escritas as tábuas da lei com o dedo de Deus e com letras de fogo. Moisés negociou com o rei do Egito a libertação do povo de Deus, lembramos das histórias das pragas do Egito. Moisés enfrentou exércitos enormes com poucos homens e através de Deus venceu todas as batalhas. Moisés a mando de Deus ordenou, e o mar vermelho se abriu, e o povo pode passar sem sequer molharem seus pés.
Moisés tinha um servidor, é como se fosse uma espécie de funcionário só que enviado por Deus: (Êxodo 24:13) - E levantou-se Moisés com Josué seu servidor; e subiu Moisés ao monte de Deus. Um dia Deus deu uma notícia a Josué: “Moisés, meu servo, é morto; levanta-te pois agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, para a terra que eu dou aos filhos de Israel.”.
Que susto. Foi assim; Josué, Moisés morreu e você vai assumir o comando do povo no lugar dele, levanta e vai trabalhar, de uma vez só. Que susto.
            Sabe quem Josué iria substituir? Um homem que; (Êxodo 33:11) - E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda. Josué teria que substituir um homem que de tão usado pelo Senhor, Deus falava com ele como se duas pessoas se falavam, Moisés tinha intimidade com Deus.
            Essa foi a escolha de Deus, Josué. Deus fez essa escolha porque Josué estava preparado, Deus poderia ter escolhido qualquer um porque dizem que ele capacita os escolhidos, mas Deus também escolhe os capacitados, assim como escolheu Paulo.
            O único conselho que Josué recebeu de Deus foi:
(Josué 1:7) - Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
Josué foi um bom subordinado. Deus o lembrou de fazer tudo conforme Moisés lhe ordenou, ou seja, Deus sabia que Josué tinha conhecimento do que era certo, pois boa parte de sua vida foi andando com Moisés e vendo suas experiências com Deus.
Quando o povo soube que Moisés seria substituído por Josué aceitaram prontamente dizendo:
(Josué 1:16-17) - Então responderam a Josué, dizendo: Tudo quanto nos ordenaste faremos, e onde quer que nos enviares iremos.
Como em tudo ouvimos a Moisés, assim te ouviremos a ti, tão-somente que o SENHOR teu Deus seja contigo, como foi com Moisés.
O povo decidiu seguir a Josué porque eles seguiriam quem estivesse preparado, e estar preparado era estar com Deus.
Trazendo isso para nossa vida profissional, aprendemos que para sermos reconhecidos e escolhidos primeiro temos que ser servos, cumprir ordens, obedecer, respeitar. Para sermos reconhecidos precisamos ter conhecimento e estar perto de quem tem conhecimento e faz um bom trabalho. Precisamos estar preparados, pois muitas vezes a situação não pode esperar um líder ser preparado. Assim quando faltar um líder para subordinados será sempre escolhido aquele que tem os conhecimentos e informações mais próximos daquele que foi líder.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

segunda-feira, 6 de junho de 2011

O preço pago pela idolatria


Sempre escrevi sobre idolatria aqui como o culto aquilo que não é Deus, não somente a imagens de escultura, mas tudo aquilo que na sua vida você tem dado mais importância, sem falsamente perceber, esquecendo que Deus é onisciente.
Quando a Palavra se refere a ídolos que são de prata e ouro, obra das mãos dos homens eu não me, lembro somente das estátuas.
Prata e ouro têm valor financeiro em nossos dias, no entanto tudo que é feito pelo homem, por mais valor que tenha é fraco.
Assim são as coisas de valor para nós, valor financeiro, nos sentimos seguros por que hoje em dia dinheiro compra quase tudo, ou melhor compra tudo, menos Salvação e vida eterna aqui nessa terra, porque se coisas que são certas nessa terra para pobres e ricos e que são as duas coisas mais democráticas desse mundo são: morte e impostos.
Existe um grande problema na idolatria, além dela não resolver nada, não nos ajudar em nada, ela trás consigo pecado para quem pratica e o pecado gera a morte. Outra coisa é a recompensa para quem coloca sua confiança em algo que não é o Senhor Deus. Leia o texto que se segue:
(Salmos 115:4-8) - Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.
Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.
Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.
Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.
O último verso é forte. A Palavra diz que fiquem como eles quem os fabrica e todos aqueles que neles confiam.
Quero alertar você, para que em seu dia a dia você comece a observar a que você tem dado valor. Claro que você tem que valorizar suas coisas, mas estou falando aqui do valor excessivo.
Um ídolo que não vê, ouve, cheira, não tem tato, não anda e nem se quer fala está perdidinho.
Se você não quer ficar perdido nessa vida, deixe de lado as idolatrias dessa vida, através das quais muitos tem se perdido.
Só existe um caminho entre Deus e a humanidade, Jesus. E a idolatria se torna mais suja ainda por isso: Jesus pagou um alto preço para que através Dele nós tivéssemos livre acesso a Deus aí alguém quer usar outros caminhos, sem ser Jesus que é O Caminho A Verdade e A Vida, para se achegar a Deus, ou então ecredita que pode resolver seus problemas sem Ele. 
Fique atento, pois hoje e sempre, os olhos do Senhor passam por toda terra para buscar socorrer quem é reto e íntegro de coração para com Ele.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Dia mundial das prostitutas. E os políticos?



            Hoje é comemorado, ou melhor, lembrado, pois não há nada do que se comemorar, o dia mundial das prostitutas. Elas mesmas, as profissionais do sexo que tem a profissão mais antiga do mundo.
            É triste saber que agora em algum lugar existe alguém que com certeza não está feliz, pois ganha a vida vendendo o corpo, tem família, provavelmente não está próxima ou não a quer por perto.
            Será que essas pessoas escolheram por prazer essa profissão? Eu não acredito.
            A prostituição é algo sujo, triste e é um fato. Se tem prostituta é porque tem cliente, e muitas vezes os clientes não são livres e desimpedidos, tem família. Homens que voltam para casa depois de uma noite com as profissionais do sexo, que muitas vezes não se protegem e adquirem e transmitem doenças aos clientes e os clientes aos seus cônjuges, quando casados.
            Eu não sei o que é mais triste, se é o dia da prostituta ou o dos políticos, que são em sua maioria sujos e cobram, muitas das vezes, muito caro para trabalhar.
            As prostitutas não têm vergonha de suas profissões, mas apesar de muitas vezes bonitas por fora, por dentro carregam uma tristeza e nem se quer sabem por que estão nessa vida. Com certeza toda prostituta não comemora o dia de hoje e gostaria de ter outra profissão.
            Os políticos também não têm vergonha de suas profissões, por fora muitas vezes bem apresentados, mas por dentro em sua maioria uma vontade imensa de ganhar dinheiro fácil, o que ao contrário do que se pensa não e nada fácil para as prostitutas que precisam vender o corpo para ganhar dinheiro.
 Os políticos são os únicos profissionais que ganham dinheiro fácil, basta checar a lista de presença nas sessões das câmaras em todo Brasil, e seus absurdos aumentos de salários. Eles não vendem o próprio corpo, mas vendem algo muito mais valioso que isso: a confiança do povo que neles votaram.
            É com muita tristeza que soube desse dia, o dia das prostitutas.            Deve existir também o dia do político, poderia ser primeiro de abril.
            Quero dizer para você que Jesus ama as prostitutas, e acredite, Ele tem tanto amor, mas muito amor mesmo, que ama até os políticos.
            (João 3:16) - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

Onde está a CPI da pedofilia?

   

             (Provérbios 20:11) - Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações, se a sua obra é pura e reta.


            Não tem como fugir e se esconder para que se não saiba quem você é. Como lemos acima até as criança agente sabe pelas ações delas se as obras delas são puras e retas.
            Em meu blog faço questão de dizer que as pessoas analisem os frutos das pessoas, pois nós sabemos que Jesus nos alertou quanto a isso dizendo que a árvore boa dá frutos bons, e também a árvore que não dá frutos será cortada e lançada ao fogo.
            Bom falando em criança gostaria de perguntar a vocês se vocês se lembram um pouco de tempo antes das eleições passadas que estava em evidência a CPI da pedofilia. Um senador evangélico viajava pelo Brasil afora atrás de pessoas, ou melhor, criminosos, que abusavam sexualmente de crianças e praticavam atos libidinosos terríveis. Sempre admirei o trabalho desse senador.
            Quase todos os dias esse senador, que foi candidato a reeleição e foi eleito, aparecia em um noticiário de Tv esbravejando, dizendo que estava fazendo um bom trabalho, e realmente estava.
            Muito bom quando nós temos alguém que tem autoridade nesse país para lutar pelo povo, especialmente por; crianças, mulheres e velhos. No entanto não consigo entender que depois das eleições parou de se falar em pedofilia. Qual seria o verdadeiro interesse desses que por um bom tempo desenvolveram um trabalho muito bom, mas depois que passou as eleições não vejo mais eles nem a CPI?
            Muitos usam a desgraça do povo, piorou quando é de criança, o que para mim é tão nojento como qualquer crime, para se promover, se aparecer.
            Tenho falado muito sobre isso aqui nesse blog. Sobre nós, evangélicos ou não, estarmos atentos no trabalho das pessoas sejam elas políticas, pastores, esses últimos que estão cada dia mais se metendo em assuntos que nada se referem a igreja, pois o trabalho da igreja é buscar divulgar a Palavra de Deus, estarmos atentos para sabermos qual o verdadeiro interesse dessas pessoas nos assuntos em que se envolvem.
            Quero te convidar a cada dia para observar as obras desses homens, pois quando fazemos algo por interesse, e isso fica provado no breve futuro, sabemos que esse fruto não é de valor, e quando deixam de produzir esses frutos temporários deixam de fazer a obra de Deus, e como disse Jesus, a árvore que não dá frutos será cortada e lançada ao fogo.
            Que Deus possa ter misericórdia dessas pessoas que usam a desgraça e o sofrimento do povo para divulgar seu próprio nome e não o de Jesus.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Bancada evangélica?


(Mateus 6:24) - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

Com o perdão do trocadilho, mas garotinho já gosta de uma molecagem.
Ontem, 31 de maio de 2011, foi um dia para ficar na história. O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), convocou alguns de seus colegas que apóiam a PEC 300, uma proposta de emenda constitucional que aprova um piso salarial descente para os militares como bombeiros e polícia militar.
O fato curioso não é o fato de políticos quererem defender uma classe de trabalhadores do povo e exigir para eles, e não só para os políticos, melhores salários. O fato curioso está na forma em que “molequinho”, quero dizer, garotinho, quer aprovar a emenda. Está claro que os assuntos polêmicos e atuais pelos que passa nossa política servem para chamar atenção do povo para aqueles que se envolvem nesses assuntos como defensores da causa, assim como Garotinho quer ser o pai da PEC 300, e com isso garantir votos futuros e continuar, a viver sua vida as custas do dinheiro público não importando os meios para se manter no poder, pois os fins os justificam, na sua pobre e podre mente.
Ele disse: “O momento político é esse. Hoje, para o governo, a pedra preciosa, um diamante que custa R$ 20 milhões, se chama Antonio Palocci. Vamos trocar a convocação pela PEC 300 e ver qual é o deputado federal que realmente defende o movimento da PEC”, discursou Garotinho.”. Ele ainda lembrou da mesma estratégia da bancada EVANGÉLICA que fez com que o governo recusasse a distribuição do kit anti – homofobia. Ele lembrou com orgulho: “A bancada evangélica pressionou, e o governo retirou o kit gay. Vamos ver agora quem é da bancada da polícia. Ou vota a PEC no plenário da Casa ou aprovamos a convocação do Palocci.”. Com isso Garotinho provou que a nossa política sempre foi e sempre será de trocas, seja por produtos podres ou não.
        É isso mesmo ao mais velho estilo soltem Barrabás, Garotinho, assim como os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiam a multidão, ele também fez.
      Engraçado no meu tempo era ensinado nas escolas dominicais e nos cultos que nós não devíamos nos compactuar com o crime ou com o pecado. Hoje, os que se dizem da bancada evangélica, que com certeza vão a igreja, acredito não terem aprendido essa parte dos ensinamentos Cristãos, ou estavam ocupados demais pedindo votos de quem também não lêem a Bíblia.
     Não convocar o Palocci para depor e usar isso como moeda de troca, é saber que existe um possível criminoso, que parece estar a serviço da tal manada, quero dizer, mancada, quero dizer, bancada evangélica, que se compactua com os crimes desse, pois não o chamam para interrogá – lo.
       Não convocar Palocci é servir a dois deuses ao mesmo tempo, não convocar Palocci é toda vez, pecar, e ser conivente com o pecado, se entregando a morte, pois o pecado cria a morte eterna para o homem.
      Não quero, como evangélico, ser representado por essa bancada podre conivente com o pecado, não quero ser representado pela morte. Leia a reportagem na íntegra: http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/05/garotinho-propoe-trocar-convocacao-de-palocci-por-piso-nacional-para-pms.html

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo