Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

sábado, 7 de maio de 2011

O problema dos outros


(Jó 42:10) - E o SENHOR virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o SENHOR acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía.

O mundo tem uma filosofia diabólica de que as pessoas andam muito ocupadas e dessa forma vivendo já tem problemas demais para se preocuparem com os problemas dos outros.
Eu posso mostrar para você que nós sempre podemos nos preocupar com os problemas dos outros e que isso traz uma carga de recompensa enorme para nossas vidas. Você deve pensar, quando eu não tiver problema nenhum eu posso desfrutar dessa benção para orar e compartilhar das minhas bênçãos com o meu próximo, não, Jó estava passando por grande provação e sendo julgado por seus amigos que a todo tempo mandavam ele se examinar e procurar uma causa para seu sofrimento, uma causa por ele estar passando por tantas desgraças na vida dele porque só podia ter algum motivo para aquilo tudo.
 A Bíblia diz que Jó era um homem íntegro, isso quer dizer, de caráter, de honestidade, e sobre a face da terra não havia ninguém como ele, e ele só passava por aquilo porque Deus permitiu testá – lo.
No meio de tantas acusações de seus próprios amigos Jó resolveu, em meio a tanto sofrimento orar por seus amigos, então Deus retirou Jó de seu cativeiro quando ele orava pelos seus amigos então Deus deu a Jó em dobro tudo quanto antes ele possuía.
Jó orou pelos outros, gente que apesar de serem seus amigos estavam em pecados por serem acusadores sem terem esse direito, Jó orou pelos problemas deles mesmo tendo problemas próprios para se preocupar. Hoje não é diferente. Leia o texto abaixo:
(Romanos 12:20) - Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça.
Se orar pelos amigos é ser recompensado por Deus quem dirá orar pelos seus inimigos. Orar pelos nossos inimigos é difícil né? É orar por gente que nos faz mal, nos persegue, nos prejudica. É difícil se ajoelhar nos pés da cama e falar com Deus: “Senhor abençoa fulano que me persegue, prospera a vida dele.”, meu Deus é difícil demais. Pedir a Deus para abençoar a quem não respeita a Deus não o segue não faz Sua vontade, mas se Deus manda assim quem somos nós para fazermos diferente.
            Toda essa história de orar pelo problema dos outros mesmo nós estando afundados em problemas, chega em Jesus, aliás tudo em que nó formos pregar sobre a Palavra de Deus nós vamos chegar em Jesus, por que Ele é poderoso Ele é o verbo que se fez carne.
            Por exemplo, acerca do que temos falado. Um dia quando Jesus estava na cruz, sofrendo pelos pecados de toda a humanidade, ou seja, ele já estava sendo crucificado pelo problema dos outros e não dele, mas aí apareceu mais um, o ladrão que estava sendo crucificado ao lado Dele.
            O ladrão reconheceu que Jesus não merecia estar ali, pois ele o conhecia e sabia que Jesus era inocente. O ladrão suplicou a Jesus perdão. É aí que eu quero chegar, toda Palavra se cumpre em Jesus. Jesus prontamente se preocupou com o problema daquele homem, reconheceu seu arrependimento e o perdoou.
            Só mesmo Jesus para nos dar o maior exemplo de se preocupar com o próximo estando em um dos maiores momentos de aflição de sua vida.
            Ainda que você esteja passando pelo pior momento de aflição de sua vida não se esqueça do seu próximo, pois o socorro prestado ao seu próximo ou o auxilio ao seu inimigo pode estar o fim do seu cativeiro ou o poder de Deus sobre a sua vida. Seja abençoado em nome de Jesus.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

Um comentário:

  1. PEDRO PERGUNTOU A JESUS.SENHOR QUANTAS VEZES DEVEMOS PERDOAR NOSSOS INIMIGOS?JESUS RESPONDE:70*7 QUE É IGUAL A 490.OU SEJA SEMPRE DEVEMOS ESTA PRONTO PRA PERDOAR.
    PARABÉNS PELO BLOG É MUITO EDIFICANTE.
    PR.E SEMINARISTA ANDRÉ FREITAS

    ResponderExcluir