Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

sábado, 22 de janeiro de 2011

Síndrome de Estocolmo

                                                                       Síndrome de Estocolmo

(Mateus 20:28) - Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.

A Síndrome de Estocolmo é conhecida pela reação das vítimas em tentar manter algum grau de afetividade com o sequestrador como mecanismo de defesa. Geralmente até quando acaba o sequestro muitas das vítimas ainda reagem de forma a manter em seu pensamento que o sequestrador não foi um monstro, agiu por seus motivos e não o considera culpado. Isso geralmente acontece, pois os sequestrados passam por uma situação de estresse muito grande, e a partir daí desenvolve esse tipo de comportamento.
Um dia, quando o homem caiu de seu lugar de inocência no Jardim do Éden, o homem passou a ser oprimido e cativo pelo inimigo de suas almas. O homem não deixou de ser criatura, ou filho de Deus, no entanto perdeu o que demais tinha de importante em sua vida, uma comunhão não só espiritual como de face a face com o criador.
O homem passou a ser então, enquanto não realizava sacrifícios por expiação de seus pecados, cativo pelo diabo. Quem está cativo está em um cativeiro, lugar onde os sequestradores mantém as suas vítimas. O problema é que muitos hoje em dia continuam nessa condição de sequestrado, até mesmo vivendo em uma síndrome de Estocolmo achando que enquanto não fizerem nada para prejudicar o diabo suas vidas estarão seguras, engano.
Um dia Deus viu a situação de sequestrado do homem e resolveu que pela vida de todos os seres humanos, sem distinção de cor, classe social, iria pagar um preço, um resgate pela vida de todos:
(Mateus 20:28) - Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.
O preço foi esse, a vida de Jesus Cristo aqui na terra e a sua condenação em morte de cruz. O derramamento do sangue de Jesus, que pagou um alto preço pelas nossas vidas, foi o preço do resgate de nossas almas. Graças a Deus Ele ressuscitou e Vive.
Quem não aceitou a Jesus como seu único e legítimo Salvador, quem não obedece a Palavra de Deus, não permite que Deus pague o seu resgate, vive de maneira amigável com seu sequestrador e corre um grande risco de um dia ser condenado junto com o criminoso.
            Viver sem Jesus é ter uma vida sem liberdade, pois o sacrifício de Jesus na cruz nos libertou para sempre das garras do inimigo de nossas almas, do maior sequestro que já existiu.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um Servo

Nenhum comentário:

Postar um comentário