Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Educação é diferente de bondade e obediência


 (Mateus 21:28-31) - Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho vai trabalhar hoje na minha vinha.
Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.
E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual
modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.

Meus pais deram a mim e a meus dois irmãos uma educação exemplar. Sou o filho do meio. Lembro – me que se chegássemos à casa de alguém e agíssemos com falta de educação ou como muitas crianças nós fizéssemos coisas sem pedir aos donos da casa, ou se comêssemos sem medida como nos fora ensinado, teríamos problemas ao chegar em casa. Apenas olhávamos para nossos pais e mesmo se eles estivessem rindo sabíamos que aquele sorriso era de reprovação.
Apesar dessa educação militar, meus pais não nos ensinaram, ou não quiseram algo que muitos pais ensinam, eles nos deram liberdade para escolher, o costume de pedir a benção ou de dizer sim senhor ou senhora. Faço isso hoje por querer e não porque fui obrigado desde criança.
Bom quero chegar com essas palavras no princípio de educação, bondade e obediência. Educação lembra bondade, mas quando é uma boa educação, quando é uma má educação não se lembra de bondade.
Como está escrito na Bíblia o primeiro filho disse não para o pai, e se você puder observar, ele não disse senhor, no entanto com o coração cheio de arrependimento foi trabalhar na vinha do pai, acredito que o filho lembrara-se do modo carinhoso como o pai lhe pedira para que fosse trabalhar na vinha e se arrependeu e foi trabalhar, que demonstração de amor ao pai.
Já o segundo filho respondeu com toda pompa e educação para com os pronomes de tratamento: “eu vou, senhor.”. No entanto esse filho não foi trabalhar.
            Saiba que nem todos que dizem Senhor, Glória a Deus, Aleluia, herdarão o reino de Deus.
            Saiba que nem todos que se apresentam para a sociedade como o bom moço ou moça, tratando com palavras honrosas nossos idosos ou seus pais são verdadeiramente bondosos e obedientes, pode ser que eles foram apenas educados para isso, condicionados. Até cães aprendem a fazer coisas que nós ensinamos.
            Jesus termina essa passagem dizendo que até os publicanos, que eram os cobradores de impostos e as meretrizes creram no que pregava João Batista e por isso entrariam na frente de muitos nos reino dos céus, na frente daqueles que se julgavam bondosos.
            Que nós possamos aprender que nem sempre palavras bonitas é exemplo de bom caráter, bondade e obediência.
            Está aí, também, um exemplo de que não podemos julgar ninguém para o mal nem para o bem, pois por fora podemos perceber a educação, no entanto, a Bíblia nos adverte que podemos conhecer as pessoas pelos seus frutos, mas o julgamento somente Deus pode fazer, pois a bondade e a obediência para com a Palavra de Deus estão dentro do coração, onde só Deus conhece.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um servo

Nenhum comentário:

Postar um comentário