Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O vaso e o Oleiro



(Romanos 9:21) - Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?
Oleiro é todo aquele que trabalha em alguma olaria ou por conta própria com artefatos feitos de barro. Esse trabalha o barro dando a ele formas como: construção de casas, tijolos, telhas e vasilhames diversos.
Um dos itens mais indispensáveis para guardar mantimentos, em uma época em que outros tipos de embalagens não existiam ou tinham um preço alto eram os vasos de barro. Esses eram feitos para guardar grande parte dos mantimentos de uma casa, sobre tudo a dos pobres que por eles podiam pagar ou até mesmo eles confeccionarem.
Notem que interessante. Nós, seres humanos somos feitos do pó da terra, assim como os vasos:
(Gênesis 2:7) - E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.
Não há nada mais simplório do que pó da terra, talvez Deus tenha nos feito dessa matéria para que soubéssemos um dia através de sua Palavra que não somos nada mesmo, somos apenas pó.
Importante saber que em toda a história da humanidade sempre houve diferenças entre classes sociais, fazendo assim que houvesse diferença entre a beleza e a estrutura das casas e seus utensílios de acordo com o poder aquisitivo do dono. Não existiam somente vasos de barro, existiam também de outros materiais cada qual para sua utilidade:
(II Timóteo 2:20 - 21) - Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.
De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra.
Bom a questão não é do que você é feito, sabendo que é feito de barro, o importante é: para que você serve? Para que você foi feito? Honra ou desonra?
Não gosto de imaginar de uma forma simplória sobre qual a minha utilidade. Quando penso na criação do homem crio toda uma alegoria de fatos em meus pensamentos antes de pensar em qual é realmente a minha utilidade. Gosto de imaginar como Deus, com todo seu carinho tomou o pó da terra, fez a massa e moldou o ser humano a sua forma e semelhança, assim como também a semelhança de Jesus Cristo. Tomou um pouco e moldou cada parte de nosso corpo, com suas mãos poderosas, e ao mesmo tempo cuidadosas. E o que pode contra o que é feito com as mãos poderosas do Senhor Deus? Nada.
(Gênesis 1:26) - E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
Hoje quero dizer para você que quando Deus lhe moldou, Ele assim o fez com todo carinho, cada parte de seu corpo foi moldada por Ele. Posso imaginar Deus trabalhando o barro e sorrindo, seus olhos que brilham como chamas de fogo, Ele feliz, pois estava fazendo algo útil, seus pensamentos sobre nós que bem conhecemos, que são pensamentos de paz.
Quando um oleiro faz um vaso de barro ele assim o faz para uma utilidade. Deus quando moldou cada um de nós Ele pode ter pensado: nesse vaso não colocarei ungüento, não colocarei nardo, nem mirra, e nenhum dos mais caros perfumes, não colocarei o mais puro azeite. Nesse vaso que faço hoje, nele, colocarei dentro o meu Espírito Santo.
Seja um vaso cheio, transbordante de toda boa obra que Deus tem para sua vida, mas lembre – se, Deus lhe coloca hoje em uma posição para que você possa fazer a boa obra.

A Ele seja dada a Glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um servo

Nenhum comentário:

Postar um comentário