Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Não se compra o que é gratuito


(Mateus 16:26) - Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?
O mundo acompanhou recentemente estarrecido a morte repentina e inexplicável até agora, daquele que é considerado o maior artista de todos os tempos. Michael Jackson.
Concordo que para o mundo da dança e entretenimento, não considerando as letras de suas músicas, que em muitas são citadas demônios e uma característica de uma vida oprimida, realmente foi uma perda irreparável.
Porém o que mais me chamou a atenção foi o fato de até mesmo Cristãos, não analisarem a vida e o fim do indivíduo.
Podemos dizer, sem sombra de dúvida, que o referido artista ganhou o mundo inteiro, pois quem alcança a fortuna que alcançou e a notoriedade e fama mundiais, ganhou o mundo inteiro, no entanto como dizem as Escrituras Sagradas: “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?”.
Nessa vida que passa como conto ligeiro, certamente não compensa buscar somente os prazeres desse mundo, não que eu seja contra a prosperidade financeira, pelo contrário, pois essa eu prego e busco sabendo que os justos viverão e comerão e beberão do melhor dessa terra. Acredito que nosso tempo aqui nesse mundo é muito curto e não destinado exatamente apenas para o desfrute das maravilhas criadas por Deus.
Tenho plena certeza de que Deus nos colocou nessa terra para muito mais que desfrutar de Suas criações. O Seu próprio filho nos deu essa lição de que deveríamos deixar nossas vidas para que ganhássemos para sempre a que é eterna.
Entristeceu-me muito ver um ser humano, e assim é para qualquer um, rico ou pobre, famoso ou não, morrer sem estar à disposição da obra do Senhor, mas apenas entregue aos deleites desse mundo.
Na maioria das vezes a alma dessas pessoas que chegam a esse ponto de fortuna e fama clama e faz com que o indivíduo, através de um sentimento de culpa e o reconhecimento de que existe alguém maior e mais poderoso que ele, queira comprar algo que não está a venda, algo que hoje é gratuito, no entanto muito bem pago através do Sangue de Jesus, que morreu por nós e ressuscitou.
Muitos querem comprar paz e salvação quando essa não é objeto de comércio. Diz a Bíblia:
(Efésios 2:8) - Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Muito claro o texto. Somos todos salvos mediante o favor imerecido de Deus para conosco. Essa é a definição de graça: receber o que não merecemos.
A minha maior tristeza foi a de ter tido o entendimento de que Michael passou sua vida inteira tentando fazer justamente isso: comprar o que não esta a venda. Muito bonito seus investimentos em hospitais, caridades e outras centenas de boas obras. Vale lembrar que ele é a única celebridade com nome no livro dos recordes por número e valores de doações. A salvação é algo maravilhoso e grandioso, porém, simples.
Se obras salvassem eu teria a certeza de que esse homem foi com certeza salvo e de que estaria agora em um lugar de paz, no entanto, sempre existe esse, no entanto, que faz com que andemos sempre em obediência, e para esse caso ele nos diz:
(Efésios 2:9) - Não vem das obras, para que ninguém se glorie;
A salvação não vem das obras. A caridade não é um meio para a salvação, mas sim uma característica daqueles que poderão ser salvos.
Muitos de nós nos apegamos a algo que achamos que é a nossa conquista do mundo inteiro. Uma casa nova, em um bairro nobre, um carro novo, um bom emprego, quando na verdade isso é secundário. Não podemos comprar a salvação como uma criança que ganha um presente por ter boas notas na escola, mas podemos ganhar a salvação, se na escola da vida cumprimos nossa missão de vivermos íntegros e guardarmos nossos corações para a obra de Jesus e nos mantermos livres da aparência do mal.
Não posso julgar ninguém, o único que pode nos julgar para o bem ou para o mal é o Justo Juiz, Deus.
Quanto a Michael Jackson, espero que a vida dele sirva de exemplo contemporâneo, se ele foi salvo ou não isso não cabe a nós julgarmos, com tudo, segue – se o juízo.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um servo

Nenhum comentário:

Postar um comentário