Um blogger comprometido com a Palavra de Deus simples como Ela É, e assim, dessa forma ela é Revelada aos simples. Quem complica para pregar a Palavra quer aparecer mais que Ela, quando a Palavra de Deus, Jesus Cristo e sua ordem de pregar o Evangelho devem ser as únicas coisas importantes para seus servos.

João 3:30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Páginas

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Exortação



(Provérbios 27:6) - Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos.
Perdi as contas de quantas surras levei de meu pai ou de minha mãe por minhas peraltices.
As Escrituras dizem: “Educa seu filho com vara.” É bem claro esse alerta.
Hoje não reclamo com meus pais das surras que levei, talvez porque esqueci das dores que elas me trouxeram.
Sabe que isso tem me feito pensar na obra de Deus? É comum termos um comportamento alegre quando somos elogiados, ou até mesmo premiados por obras, quando na verdade essas obras devem ser para o engrandecimento do nome de Jesus.
O que dizer então do tapinha nas costas? Ah! Esses então são muito bons, principalmente quando no ambiente de trabalho, porém vêm também pelas costas as fofocas, mentiras, intrigas e uma série de outras traições.
E por falar em traições, que tal a maior delas: o beijo de Judas em Jesus. Não há nada mais asqueroso e repugnante do que um ato de carinho para causar grandes males.
O inimigo usou o que há de mais precioso entre irmãos para fazer com que Judas identificasse Jesus para aqueles que o perseguia, um gesto de amor. Jesus sabia o que significava aquele beijo, Ele sabia os planos do Pai desde o início, o beijo maligno não o enganou, contudo, só veio para se cumprir o que Ele havia dito: que seria traído por um dos seus.
Ainda é assim nos dias de Hoje. Pessoas quando são exortadas enchem suas mentes de prejulgamento contra aqueles que lhes dão conselhos. O primeiro pensamento é de que aquele que aconselha está com inveja ou que não quer que seu trabalho vá adiante, o segundo quando não acompanhado de uma dose catastrófica de orgulho diz: “essa opinião não tem nada a acrescentar ao meu trabalho que está perfeito, afinal, eu tenho muito conhecimento, experiência e muitos anos de ministério.”
Quando seu amigo é leal, ele não deixa que você vá pelo caminho errado. Ainda que ele venha lhe sacudir com palavras que ao seu modo de pensar são agressivas, e muitas vezes realmente nos magoam e deixam feridas em nossos corações, como diz o texto bíblico. No entanto, é claro, que depois que se descortinam os acontecimentos descobrimos amigos leais, então você descobre que beijos, elogios, tapinhas nas costas ou prêmios, podem ser mecânicos e instrumentos de manipulação, meios utilizados pelo inimigo para que você não aceite por orgulho ou falta de conhecimento as exortações. Afinal se padecemos, um dos principais motivos é porque nos falta conhecimento e se ele nos falta é porque não buscamos.
Hoje quando sou exortado por um amigo de verdade tenho por certo de que preciso cada vez mais me lembrar das surras que levei quando criança, pois foram elas que ajudaram a me tornar não em um criminoso, mas em um homem de bem.
Fuja do beijo da morte do inimigo oculto de vossas almas. Antes levar um tapa na face e dar o outro lado para bater e ser humilhado, porém depois ser exaltado por Deus do que padecer em meio a víboras e serpentes, como aquela, bonitona, lá do jardim do Éden.
A melhor maneira de fugir de todo mal é a busca da leitura e estudo da palavra de Deus. Tenho encontrado muitos líderes que não conseguem nem se quer diferenciar graça de misericórdia. Se eles não sabem o que é isso, algo tão simples, melhor é ficar atento, pedir a Deus sabedoria, que essa Ele não nega a ninguém, do que achar que está aprendendo algo, com quem já descobriu que não aprendeu nada.

Deus abençoe a ti e aos teus!

Pipa
Apenas um servo

Nenhum comentário:

Postar um comentário